Atrasos aumentam e atingem 30,8% dos vôos no País

Dos 711 vôos programados no País, 291 têm atrasos de mais de uma hora

Agencia Estado

22 de junho de 2007 | 16h42

Os atrasos aumentaram nos aeroportos do País, segundo balanço da Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero). Até às 11 horas, dos 711 vôos programados para esta quarta, 291 registraram atrasos superiores a uma hora, o que representa 30,8% do total; foram cancelados 66 vôos (9,2%).O Aeroporto Internacional de Recife continuava com o maior porcentual de vôos prejudicados por atrasos, com 73,6% saindo com mais de uma hora de atraso. Dos 19 vôos programados até às 11 horas, 14 apresentaram atrasos superiores a uma hora e um foi cancelado. Às 8 horas, os atrasos atingiam 66,6% do total de vôos.Os aeroportos de Cofins, em Belo Horizonte, e de Fortaleza também apresentaram altos índices de atrasos: 57,1% e 54,1%, respectivamente.O Aeroporto Internacional de São Paulo, Cumbica, ainda sofria com o "efeito cascata" da operação padrão de quarta-feira, 20. De acordo com o boletim da Infraero, dos 96 vôos programados, 33 estavam fora de horário. Isso representa atrasos em 34,3% do total de vôos; no período, foram cancelados cinco vôos.No Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, a situação já não estava tão tranqüila como a verificada na manhã desta quinta. Até às 11 horas, o terminal registrava atrasos em 17,3% - dos 92 vôos programados, 16 estavam fora do horário marcado.O Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, subúrbio do Rio, que operou por meio de instrumentos das 7h55 até 9h05, registrou atrasos em 21 dos 66 vôos programados, o que representa 31,8% do total.Em Belém, os atrasos atingiam 42,1% dos vôos, enquanto que em Salvador, o índice de atrasos chegava a 37,8%. Em Brasília, 28,8% dos vôos apresentavam atrasos superiores a uma hora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.