Atriz da Globo é assaltada e ator é espancado

A atriz da TV Globo Rafaela Mandelli, de 19 anos, que interpreta a Nanda da novela "Malhação", foi assaltada hoje de madrugada num sinal de trânsito da Avenida Borges de Medeiros, na Lagoa, zona sul do Rio. Um bandido armado com uma arma de brinquedo chegou a levar o CD player do carro da atriz, mas foi preso logo depois.Rafaela pediu ajuda de policiais militares do batalhão do Leblon que estavam num polígono de segurança próximo do sinal de trânsito onde ela havia sido abordada e eles prenderam o ladrão. Na delegacia, Cosme Augusto de Oliveira Nascimento, de 27 anos, confessou que já tinha assaltado outras três pessoas com uma réplica de pistola PT calibre 380, que ele disse ter comprado num camelô no centro da cidade.Em Jales, o ator Luca Ribeiro, também da TV Globo, foi agredido por cerca de 10 rapazes. A agressão aconteceu hoje de madrugada, na praça central de Jales, município a 110 quilômetros de Araçatuba. Ele teve dois dedos da mão esquerda fraturados e recebeu dez pontos cirúrgicos na cabeça por causa da violência. Luca Ribeiro estava acompanhado do também ator Mateus Rocha, que não chegou a ser agredido. Os dois viajaram hoje à tarde para São Paulo.Segundo a polícia, a agressão aconteceu por volta de 4h50 da madrugada. Os atores têm uma banda de rock que se apresentou numa boate de Jales. Durante o evento, um grupo de rapazes teria jogado água em Ribeiro, provocando um pequeno incidente, logo contornado. Após o show, Ribeiro, Rocha e o promotor do show, Reinaldo Mohamed, foram comer lanche em um trailer da praça central da cidade.Ainda de acordo com a polícia, os agressores, que seriam da vizinha cidade de Fernandópolis, atacaram apenas Ribeiro, agredindo-o com pauladas e cadeiradas. O ator recebeu atendimento médico na Santa Casa de Jales. O delegado Carlos Eduardo Monteleone disse que até o final da tarde de hoje havia conseguido identificar três agressores. Ele pretende pedir ajuda à polícia de Fernandópolis para identificar os demais e tentar esclarecer os motivos da briga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.