Atropelamentos e excesso de veículos congestionam SP

O trânsito violento de São Paulo fez mais três vítimas, desta vez, em menos de meia hora. Às 7h45 um veículo atropelou um pedestre na pista sentido bairro-centro da Avenida Professor Francisco Morato, na Vila Sônia, zona sul. O motorista fugiu e quando o helicóptero da Polícia Militar chegou ao local a vítima já estava morta. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a pista ficou interditada por alguns minutos, complicando o tráfego. O corpo permanece no local.No outro lado da cidade, na Avenida Luis Carlos Berrini, às 7h55, perto da rua Arizona, no Brooklin, também na zona sul da capital paulista, um ônibus atropelou uma pessoa, que foi socorrida.Quinze minutos antes, ocorreu mais um atropelamento, desta vez na zona oeste. Uma motocicleta bateu contra um pedestre na Avenida Rudge, perto da Rua Norma Pierruccine Gianotti, na Barra Funda.Às 8h30, por conta dos três acidentes e o excesso de veículos, foram registrados 121 quilômetros de congestionamento na cidade. Às 9 horas, esse índice caiu para 119 quilômetros, mas são números altos para o horário, o que já estão virando rotina.

Agencia Estado,

20 de março de 2002 | 09h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.