Audiência do caso Bruno é suspensa por uma hora

Advogados dos réus apresentaram ao juiz requerimentos que exigem avaliação; magistrado acatou ao pedido para leitura e análise dos documentos

Luciana Fadon Vicente - Central de Notícias,

05 Novembro 2010 | 11h56

SÃO PAULO - A audiência que está sendo realizada nesta sexta-feira, 5, para ouvir novos depoimentos de testemunhas do caso Bruno foi suspensa por cerca de uma hora nesta amanhã. Os advogados dos réus apresentaram ao juiz uma série de novos requerimentos que exigiam avaliação. Assim, o juiz decidiu suspender temporariamente a audiência para a leitura e análise dos documentos.

 

A suspensão, que aconteceu por volta das 10h30, deveria durar entre 30 minutos e uma hora. Às 11h20, a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Minas (TJ-MG) disse que a sessão seria iniciada em breve.

 

Ainda de acordo com o TJ-MG, estavam previstos para esta manhã os depoimentos de duas testemunhas, uma de defesa e outra convocada pelo juiz. Devido à suspensão é possível que apenas uma testemunha seja ouvida ainda de manhã.

 

Eliza Samudio era ex-namorada do goleiro Bruno, com quem alegava ter um filho. A ex-modelo desapareceu em junho deste ano. Bruno e mais oito pessoas são acusadas pelo desaparecimento e morte de Eliza.

Mais conteúdo sobre:
Caso Bruno Eliza Samudio audiência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.