Auditores fiscais do Paraná param por um dia

Os auditores fiscais da Delegacia Regional do Trabalho do Paraná cruzaram os braços nesta terça-feira, para protestar contra as más condições de trabalho e também homenagear os três fiscais mortos em Minas Gerais, na semana passada, durante uma operação. Eles retornam ao trabalho amanhã.No Paraná atuam 140 auditores, eles alegam que a existência de apenas cinco veículos para a fiscalização prejudica o trabalhoem todo o Estado. Além disso, os fiscais querem maior proteção policial durante suas ações e reclamam do plano de metas dogoverno federal que ainda não mostrou resultados.O movimento recebeu o apoio da coordenadora do Ministério do Trabalho que combate a mão de obra escrava, ValderezRodrigues.?O trabalho escravo é mais freqüente do que as pessoas imaginam, mesmo nas regiões desenvolvidas?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.