Aulas em prédio atingido por incêndio não foram retomadas na UFRJ

Fornecimento de água foi prejudicado e medidas provisórias para que alunos pudessem utilizar banheiros químicos não foram concluídas a tempo

Marília Lopes, Central de Notícias

05 Abril 2011 | 12h50

SÃO PAULO - As aulas na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no Palácio Universitário, prédio atingido por um incêndio no último dia 28 de março, não foram retomadas nesta terça-feira, 5, como havia anunciado o reitor Aloisio Teixeira. Segundo a assessoria da instituição, o fornecimento de água no prédio foi prejudicado pelo fogo e as medidas provisórias para que as aulas pudessem ser retomadas não foram concluídas a tempo.

 

O prédio está sem banheiros, por isso a UFRJ contratou uma empresa para fornecer oito contêineres com banheiros provisórios. Porém, hoje pela manhã apenas dois contêineres estavam à disposição da universidade, o que impossibilitou a volta às aulas.

 

Na tarde de hoje, os diretores das faculdades afetadas pelo incêndio farão uma reunião para decidir se é possível a retomada do ano letivo mesmo com poucos banheiros à disposição dos alunos, professores e funcionários da UFRJ. Caso contrário, as aulas voltarão na segunda-feira, 11.

 

Segundo a assessoria da UFRJ, a entrega dos banheiros teve atrasos pois eles passam por higienização. A previsão é que todos os banheiros provisórios estejam disponíveis a partir de sexta-feira, 8. A universidade informou que apesar de serem em contêineres, os banheiros não são químicos.

 

Os banheiros provisórios devem ser usados por 60 dias, quando será entregue uma caixa d'água, também provisória, que fornecerá água ao prédio danificado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.