Aumentaram homicídios em Campinas em janeiro

O número de casos de homicídio em Campinas, em janeiro deste ano, foi 20% maior que o domesmo mês do ano passado, apontou estudo divulgado nesta quinta-feira pela PolíciaCivil. No mês passado, a Polícia Civil registrou 54 assassinatos, nove a mais do que emjaneiro de 2002.Segundo o levantamento, dos 37 registros de homicídios de autoria desconhecida, com 42 vítimas, 20 foram esclarecidos. Os furtos de veículos cresceram 26% de janeiro de 2002 - 410 casos - para o mês passado - 517 registros. Já os roubos de veículos caíram 20%, de 624 em janeirode 2002 para 494 em janeiro de 2003.O relatório aponta que no mês passado foiregistrado um latrocínio, roubo seguido de morte, e nenhum seqüestro em Campinas. A Polícia Civil de Campinas registrou em janeiro passado 84 apreensões de drogas, 89 de armas de fogo e efetuou 134 flagrantes e 231 prisões.Segundo apontou o delegado seccional Miguel Voigt no relatório, o aumento de ?alguns números demonstra a complexidade da situação?. O delegado indicou no documento que deverá ser desenvolvida ?umaadequação para o enfrentamento de novas situações?. E definiu o trabalho da políciacomo uma ?luta sem trégua?. Voigt não foi encontrado nesta quinta-feira, após a divulgação do relatório, para comentá-lo.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2003 | 19h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.