Agência Brasil
Agência Brasil

Aumento do limite de pontos na CNH deve ser votado na próxima semana, diz Bolsonaro

Projeto quer ampliar de 20 para 40 o limite para cassação da carteira de motorista e estabelecer validade de 10 anos

Mateus Vargas, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2019 | 13h05

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira, 4, que o projeto que trata de mudanças nas regras da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deve ser votado na próxima semana, segundo acordo feito com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

Bolsonaro disse que a ideia é garantir dois pontos do projeto: aumento da validade da habilitação de cinco para 10 anos; e ampliar de 20 para 40 pontos o limite para que um motorista tenha a carteira cassada.

"Vai fazer uma 'lipoaspiração' no projeto. Acho que será um bom projeto. Até me comprometi com ele; uma vez aprovado, vou sancionar lá na mesa da Câmara", disse Bolsonaro.

Maia e Bolsonaro se encontraram na noite desta terça-feira, 3, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Segundo Bolsonaro, o aumento no limite de pontos na carteira ajuda motoristas como de caminhão, ônibus, táxi e de aplicativos de transporte, "que têm muita infração".

"É comum ter infração. (Há) pardal em tudo quanto é lugar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.