Austríaco e brasileira detidos em Cumbica com LSD e cocaína

Policiais federais, em trabalho conjunto com fiscais da Receita Federal, detiveram, na noite de ontem, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos, a brasileira Cristina de Souza Cruz Pizze, 37. Ela foi detida no momento em que embarcava para a Suíça, portando 900 gramas de cocaína escondidos sob as roupas íntimas. No sábado à noite, o austríaco Herbert Gerstendorfen, 41, acabou preso em flagrante ao tentar embarcar, também para a Suíça, com 100 mil pontos da droga conhecida como LSD, que causa alucinações. Segundo o delegado da Polícia Federal, no Aeroporto, Wágner Castilho, há a possibilidade da máfia nigeriana estar atuando no centro velho da capital e recrutando as chamadas "mulas", pessoas que transportam a droga, para operar o tráfico internacional de entorpecentes. Essa foi a maior apreensão de LSD já ocorrida no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Em um ano e meio de atuação conjunta, policiais federais e fiscais da Receita já apreenderam 1,2 tonelada de cocaína e poder de traficantes em Cumbica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.