Autor de chacina tem fuga frustrada

Durante uma revista nas celas, os funcionários da Cadeia de Itirapuã, na região de Ribeirão Preto, descobriram que o detento Carlos Fabiano Faccion, de 25 anos, tentava cavar um buraco na parede. Ele tentava retirar a saboneteira da parede, mas o serviço estava no começo e hoje, pela manhã, os funcionários da prefeitura colocaram cimento no local, dificultando a tentativa de fuga. Pedaços pequenos de azulejos foram encontrados no ralo da cela. Faccion assumiu ser um dos autores da chacina, na qual foram mortos seu pai, mãe e três irmãos, no dia 26 de março, em Batatais. Ele está sozinho na cela, enquanto outros 15 presos dividem a outra. Ele estava na cadeia de Franca, mas foi transferido por medida de segurança ainda na semana passada. A companheira de Faccion, Edna Emília Milani, de 21 anos, mentora da chacina, foi agredida no Presídio Feminino de Altinópolis, internada no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e já está fora de perigo. Duas crianças (irmão e sobrinha) de Faccion continuam internadas em estado grave no HC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.