Autores de chacina em Minas podem ser parentes das vítimas

A polícia suspeita de que os assassinos que mataram quatro pessoas de uma mesma família na madrugada de hoje em Ipatinga (MG) sejam parentes das vítimas. O delegado Francisco Lemos trabalha com a hipótese de crime motivado por vingança e cobrança de dívida relacionada a drogas.Segundo ele, um dos suspeitos tem passagem pela polícia por envolvimento com o tráfico. As vítimas, entre elas uma criança de nove anos e uma senhora de 75, eram parentes do secretário de Obras de Ipatinga, José Maria Ferreira, que tinha saído de férias com a mulher. Os sogros, a cunhada e a sobrinha dele estavam hospedados na casa quando foram mortos a facadas. De acordo com a polícia, os assassinos usaram as facas da própria casa e deixaram as armas no local. Os policiais já constataram que uma bolsa com documentos foi levada pelos assassinos, que entraram na casa sem arrombá-la. As informações são do Jornal Hoje, da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.