Autores de morte encomendada por avós são condenados a 12 anos

Os irmãos Adão e Darci Vieira da Cruz, que mataram Márcio Aparecido Bueno, de 26 anos, em marçode 2001 por encomenda dos avós da vítima, foram condenados a 12 anos de prisão. A sentença foi dada na madrugada de hoje pelo Tribunal do Júri de Boituva, na região de Sorocaba. Outro irmão dos acusados, João Batista Bueno, foi absolvido. Os avós de Márcio, o casal José Bueno dos Santos, de 60anos, e Ana Maria Bueno, de 68, acusados de serem os mandantes, estão sob julgamento. A sentença estava prevista para o início da madrugada. O júri acontece no prédio da Câmara, pois o FórumDistrital da cidade não tem espaço suficiente para abrigar o público. Márcio foi morto a facadas, pedradas e golpes de barrade ferro. Os irmãos Bueno, presos em seguida, disseram à polícia que a morte fora encomendada pelos avós da vítima, de quem receberiam R$ 1 mil e uma motoneta. O casal foi preso.Na ocasião, o avô assumiu o crime alegando que não suportava mais presenciar o neto maltratando e agredindo a avó. Segundo ele, Márcio não trabalhava e exigia dinheiro para comprar bebidas e drogas. Quanto contrariado, iniciava as agressões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.