Avião bimotor cai em fazenda e mata seis pessoas em MT

Seis pessoas morreram nesta quarta-feira em um acidente com um avião bimotor, modelo Sêneca, prefixo PT-RZI, na Chapada dos Guimarães, a 65 quilômetros de Cuiabá. O avião particular saiu de Cuiabá às 6h45 com destino a Canarana, leste do Estado, e caiu por volta das 7 horas em um local de mata fechada. Ainda não se sabe as causas do acidente. Pelas características do acidente, segundo o Corpo de Bombeiros, o avião teria explodido no ar e caído de bico na região turística. Doze homens do Corpo de Bombeiros, equipes da Aeronáutica, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e da Polícia Militar resgataram os corpos em local de mata fechada próximo à usina hidrelétrica de Manso até o final da manhã. As vítimas foram identificadas com Magno Caetano Olzon (piloto do avião), os passageiros Luiz Augusto Ribeiro Araújo, Evaldo Tadeu Monteiro Fortes, Marcelo Jung Pinho, Orlando Eustáquio Ribeiro da Silva e José Antônio Corrêa dos Santos. Os corpos foram levados para o IML em Cuiabá e devem ser sepultados na quinta-feira. A Anac abriu inquérito para investigar as causas da queda do avião. A causa da queda só será esclarecida depois de perícia técnica e investigação da polícia. Equipes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Instituto Médico Legal (IML) e Aeronáutica passaram o dia no local do acidente. Esse foi o segundo acidente ocorrido em Mato Grosso em pouco mais de uma semana. Dia 30 de janeiro, um avião agrícola caiu Ipiranga do Norte. O técnico agrícola Claudinei Piva morreu no acidente. Esta matéria foi alterada às 15h38 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

07 Fevereiro 2007 | 13h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.