Avião com cinco turistas brasileiros cai no sul do Chile

Um avião com seis pessoas a bordo, incluindo cinco turistas brasileiros, caiu na noite desta sexta-feira na região chilena de Aysén (sul). Segundo militares que chegaram ao local, não há sobreviventes.O avião, da empresa particular regional "Transportes Aéreos São Rafael", sofreu o acidente no setor de Lago Atravesado, cerca de 150 quilômetros ao sul da cidade de Coihaique. A tripulação de um helicóptero do Exército avistou os destroços da aeronave e se aproximou do local, não encontrando sinais de sobreviventes nas proximidades dos destroços do aparelho.A empresa proprietária da aeronave identificou os passageiros como Claudio Magalea, Andy Romareiros, Mario José Movarios, César Oliveira e Claudio Poblet, todos brasileiros.Os turistas alugaram a aeronave, cujo piloto foi identificado como Willy Stone, de vasta experiência na região, para sobrevoar a zona da lagoa São Rafael. O plano de vôo previa que o aparelho retornasse a Coihaique às 16h30 (17h30 em Brasília). Como o avião não retornou, foi iniciado um plano de busca que confirmou o acidente.A região sul do Chile se caracteriza por bruscas mudanças climáticas que tornam difícil a navegação aérea e que foram a causa de acidentes de aviões de pouco porte que deixaram dezenas de vítimas nos últimos anos.A governadora de Aysén, Viviana Betancourt, lamentou a Tragédia e disse que entrou em contato com o embaixador do Brasil no Chile, Gelson Fonseca, para colocá-lo ao corrente da situação.O consulado do Brasil em Santiago recebeu as informações do acidente através da imprensa. Nem familiares nem amigos das supostas vítimas buscaram até o momento informações com o cônsul. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, que está em Santiago, determinou a busca de informações adicionais e o apoio consular aos familiares das vítimas. Matéria atualizada às 22h35 com acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.