Avião com destino a SP faz pouso forçado na Venezuela

O Boeing 777 da American Airlines que seguia de Miami para São Paulo, trazendo crianças e familiares vindos de Dallas, nos Estados Unidos, fez um pouso de emergência no Aeroporto Internacional Simón Bolívar, em Maiquetía, na capital venezuelana, Caracas, nesta sexta-feira, 26. Problemas técnicos teriam causado um incêndio na cabine, segundo uma autoridade do Instituto Nacional de Aviação Civil da Venezuela. No entanto, nenhum dos 245 passageiros a bordo do Boeing 777 se feriu, de acordo com o porta-voz da American Airlines John Hotard. Os 245 passageiros, boa parte formada por crianças, a maioria brasileiras que passaram as férias na Disney, serão levados para Miami em dois vôos ainda nesta sexta. Segundo a agência France Presse, em seguida, as pessoas com destino a São Paulo embarcarão em outro vôo previsto para às 21 horas (horário local). "Considerando tudo, é mais rápido levá-los de volta a Miami e depois de volta", disse Hotard, citando regras que limitam as horas de vôo das tripulações. O desvio para Caracas foi provavelmente causado por falta de eletricidade no painel de áudio do comandante, segundo Hotard. O avião vai retornar a Miami mais tarde. A aeronave que apresentou problemas deveria desembarcar por volta das 10h30 desta sexta, no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos.As primeiras informações sobre o incidente davam conta que o vôo era da TAM, o que foi negado pela empresa. Segundo a TAM, o que existe é um convênio entre as companhias, mas o vôo que apresentou problemas técnicos não está entre os programados no acordo.Matéria alterada às 17h45 para atualização de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.