Avião da Gol tem problemas e não decola em Brasília

Uma falha mecânica em um Boeing da Gol causou transtorno, na última sexta-feira, para os passageiros do vôo 1793 da empresa, que seguiria de Brasília para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. O incidente, uma falha na bomba hidráulica do avião, fez com que os 89 passageiros do vôo atrasassem sua saída de Brasília em quase cinco horas.O avião deveria ter saído de Brasília às 11h30. Depois de cerca de uma hora, com o Boeing ainda no aeroporto, o piloto pediu que os passageiros desembarcassem, para que a bomba pudesse ser trocada. A Gol informa que deu aos passageiros vales para que eles pudessem almoçar na praça de alimentação do próprio aeroporto.Mais tarde, um outro avião foi disponibilizado. Segundo a empresa, o embarque dos passageiros foi iniciado por volta das 16 horas e o avião partiu às 16h20, com a previsão de chegar a São Paulo às 18 horas. A assessoria de imprensa da Gol afirmou que tudo não passou de um problema rotineiro. Depois de consertado, o primeiro avião foi utilizado em um outro vôo, que saiu às 16h40 de Brasília com destino ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.Depois da tragédia ocorrida no dia 29 de setembro com o vôo 1907 da empresa, que causou a morte de 154 pessoas, o problema foi o segundo envolvendo a Gol em um intervalo de dois dias. Na última sexta-feira, um avião da empresa derrapou na pista do aeroporto de Congonhas. O incidente não deixou nenhum ferido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.