Avião da TAM perde porta no vôo e retorna a Congonhas

O Fokker 100 da TAM que decolou do aeroporto de Congonhas às 13h47 com destino a Maceió, com escalas no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e em Salvador, retornou à pista logo após a decolagem, após perder a porta de passageiros. O pedaço da aeronave caiu sobre o telhado do supermercado Extra da Avenida Ricardo Jafet, na zona sul de São Paulo.O avião retornou ao aeroporto de Congonhas às 14h04, após um pouso forçado, mas tranqüilo. Segundo informou a TAM, os 79 passageiros foram retirados do avião sem problemas e transferidos para outra aeronave, seguindo para o Aeroporto Tom Jobim. Em nota oficial, a TAM esclareceu que a porta dianteira esquerda se desprendeu do avião minutos depois de se abrir, em pleno ar. A empresa informou ainda que as causas do acidente já estão sob investigação das equipes de segurança de vôo das autoridades aeronáuticas e da própria TAM. O avião passou por uma checagem de manutenção em 28 de junho de 2006, não apresentando nenhum problema mecânico, segundo informou a empresa.Confira a íntegra da nota:"A aeronave que efetuava o vôo JJ 3040, que decolou hoje (8/8), às 13h47, do aeroporto de Congonhas com destino ao Galeão, no Rio de Janeiro, com 79 passageiros a bordo, apresentou, no inicio da subida, abertura inadvertida da porta dianteira esquerda, que se desprendeu minutos depois.O avião retornou imediatamente a Congonhas, pousando às 14h04, sem outros problemas. Não houve feridos e os passageiros foram reembarcados em seguida em outra aeronave da companhia.As causas do ocorrido já estão sob investigação das equipes de segurança de vôo das autoridades aeronáuticas e da própria empresa.Não há indícios de qualquer problema mecânico. O avião passou por check regular em 28 de junho de 2006, estando com sua programação de manutenção rigorosamente em dia".Ampliada às 16h05

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.