Reprodução / Super Canal
Reprodução / Super Canal

Avião com cantora Marília Mendonça cai em Minas; bombeiros fazem resgate

Acidente aconteceu nos arredores de Caratinga, onde artista tinha um show marcado para esta noite

João Ker, O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2021 | 17h00
Atualizado 05 de novembro de 2021 | 18h22

(em atualização)

O avião da equipe da cantora Marília Mendonça, 26 anos, caiu por volta das 15h30 desta sexta-feira, 5, em uma cachoeira na Serra da Piedade, próximo ao município de Caratinga, a cerca de 300 quilômetros de Belo Horizonte, no interior de Minas Gerais. A artista e mais quatro pessoas que estava na aeronave morreram.

A artista tinha um show marcado em Caratinga na noite desta sexta. Fãs da cantora também se dirigiram ao local e acompanham o trabalho de resgate.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a aeronave é um PEC Táxi Aéreo, modelo C90A e fabricada em 1984. Sua situação de aeronavegabilidade (condições para voo) é "normal" e o certificado foi emitido ainda em agosto do ano passado. 

O caso mobilizou a atuação de policiais militares, bombeiros e profissionais do Samu, que se deslocaram ao local da queda. Imagens transmitidas por uma rede local mostram a aeronave de pequeno porte sobre as pedras da cachoeira, com a fuselagem avariada.

Duas horas antes, Marília postou um vídeo em suas redes sociais no qual aparece a caminho da aeronave e já dentro do avião. Veja abaixo:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.