Aviões pousam nos EUA após ameaças de bomba

Ameaças de bombas em dois voos de companhias aéreas dos Estados Unidos no sábado fizeram aviões militares do país voarem para escoltá-los até o seu destino na cidade de Atlanta, afirmou uma autoridade aeroportuária.

REUTERS

25 Janeiro 2015 | 09h44

Os aviões pousaram em segurança no aeroporto internacional de Hartsfield-Jackson. Nenhuma bomba foi encontrada a bordo e o aeroporto retornou às operações normais, afirmou o porta-voz do terminal aéreo, Reese McCraine.

As ameaças contra o voo 1156, da Delta Air Lines, que viajava de Portland, nos Estados Unidos, e contra o voo 2492, da Southwest Airlines, que vinha de Milwaukee, foram levadas à sério, disso McCraine.

Vários relatos publicados pela imprensa afirmaram que um usuário do Twitter, de nome Zortic, escreveu sobre bombas nos dois aviões, afirmando em um tuíte direcionado à conta da Delta na rede social: "Eu coloquei uma bomba em um de seus aviões, mas eu esqueci qual era quando saí do aeroporto. Vocês podem me ajudar a encontrar?" As mensagens publicadas no Twitter foram apagadas.

Nem a polícia federal dos Estados Unidos (FBI), que está liderando a investigação, nem o aeroporto confirmou a fonte das ameaças.

A Southwest afirmou que 86 passageiros estavam a bordo do voo e passaram por averiguações. Representante da Delta afirmou que o avião transportava 180 passageiros.

O incidente ocorreu cinco dias depois de ameaças de bomba feitas contra dois outros voos da Delta. Um estava chegando ao aeroporto internacional John F. Kennedy, em Nova York, de São Francisco, e o outro tinha como destino Tel Aviv.

Mais conteúdo sobre:
AEREAS AMEACA ATLANTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.