Aviões presidenciais complicam tráfego em Congonhas

Duas aeronaves da comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva estavam, às 18h30, paradas no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, desde as 16 horas, ocupando a posição de pelo menos três aviões, o que ajudava a complicar ainda mais o tráfego aéreo nesta sexta-feira, 16, véspera de carnaval. Fontes do setor informaram à Agência Estado que a permanência das aeronaves presidenciais já obrigaram até algumas companhias aéreas a desviar vôos para outros aeroportos do Estado, como Guarulhos e Viracopos. Profissionais da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) não foram localizados para dar maiores detalhes sobre o problema. O presidente Lula participou, na tarde desta sexta, da inauguração da nova unidade da Atento, empresa do Grupo Telefônica, no bairro do Belém, na Zonal Leste de São Paulo. Depois do evento, o presidente seguiu para a sua residência, em São Bernardo do Campo. No final da tarde dessa sexta-feira, o tráfego em Congonhas era intenso, com atrasos médios em torno de uma hora nos vôos.

Agencia Estado,

16 Fevereiro 2007 | 18h56

Mais conteúdo sobre:
carnaval carnaval 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.