Bacharel em direito é preso por pedofilia

O bacharel em Direito A.N.G, de 40 anos, foi preso na noite desta segunda-feira em Cruzeiro, no Vale do Paraíba, acusado de pedofilia. As investigações começaram após denúncias anônimas recebidas pela polícia. Nos telefonemas, a pessoa informava que o acusado estaria abusando de alguns menores em sua propriedade rural."No início, a polícia tinha apenas a denúncia. Mas depois começamos investigar e descobrimos algumas vítimas", informou a delegada Nadir Bernardes de Souza May. Segundo ela, a identidade do acusado não será revelada até que as investigações sejam finalizadas.Na tarde desta terça, alguns menores que conheciam o bacharel foram ouvidos na Delegacia da Mulher de Cruzeiro. De acordo com a delegada, até esta segunda-feira três menores, com idades entre 12 e 15 anos, contaram como foram molestados. "Ele procurava meninos de família simples para trabalhar em sua casa ou em seu sítio e, depois, segundo as vítimas, as molestava."Na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Cruzeiro, a informação foi de que A.N.G. não exercia a profissão. O advogado do acusado, Jairo Bessa, não foi localizado para comentar o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.