Bairros de Sorocaba continuam alagados

Um dia depois do temporal que atingiu a cidade na madrugada de domingo, vários bairros de Sorocaba continuavam enfrentandoproblemas, nesta segunda-feira com a lama e a água empoçada. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a cidade recebeu 105 milímetros de chuva - quase a metade da média histórica do mês - em menos de cinco horas. No Jardim Abaeté, os moradores contabilizavam o prejuízo com a cheia do Rio Sorocaba que chegou a 1,5 metro dentro das casas. Carros, móveis e eletrodomésticos foram danificados. As partes baixas do bairro, na margem do rio, continuavam alagadas. Também havia muita lama e água empoçada no Jardim Maria do Carmo, outro bairro ribeirinho. A prefeitura mobilizou equipes para reparar as ruas que continuavam intransitáveis. Duas pontes foram danificadas pela enchente nas avenidas Washington Luis e Santa Cruz. Na VilaJoão Romão, duas casas atingidas por deslizamentos foram interditadas. O prefeito Renato Amary (PSDB) autorizou a contratação de uma empresa para realizar estudos visando reduzir o impacto das cheias na área urbana. As chuvas causaram a interdição parcial da Rodovia Santos Dumont (SP-79), que liga Sorocaba ao litoral sul, no trecho entre Tapiraí e Sete Barras. Em dois pontos, a erosão destruiu parte da pista. O estrago será recuperado pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.