Baixa umidade do ar causa problemas de saúde em SP

O Estado de São Paulo vem enfrentando um período de altas temperaturas que passam dos 30 graus e baixa umidade do ar. O tempo quente e seco desencadeia alguns problemas de saúde típicos neste período como alergias e irritação dos olhos e narinas. A Secretaria de Estado da Saúde está indicando algumas ações simples para evitar esses incômodos que aparecem nos dias de muito calor e pouca chuva.Entre as sugestões estão o consumo de muita água, sucos naturais e água de coco. Evite o acúmulo de poeira no ambiente de trabalho e também no doméstico, evitando assim o desencadeamento de problemas alérgicos.Aconselha também que se prepare os alimentos no horário mais próximo ao que eles serão consumidos; bem como manter alimentos e bebidas em refrigeradores com temperaturas abaixo de 5ºC. Pede também que as pessoas consumam alimentos leves como frutas e verduras e evitem frituras e queijos amarelos.SonoNa hora de dormi, é aconselhável escolher ambientes arejados e umedecidos. A utilização de umidificadores de ar, toalhas molhadas ou reservatórios com água ajudam a melhorar a umidade do ar. As variações de temperaturas facilitam a ocorrência de doenças como a gripe. Por isso, é aconselhável evitar sair de ambientes refrigerados para lugares quentes, pois a queda brusca da temperatura fragiliza o organismo.Entre outros conselhos da Secretária da Saúde está também o de evitar os banhos com a água muito quente, pois eles ressecam a pele. Já a irritação nos olhos e nas narinas pode ser amenizada com o uso do soro fisiológico. Diz também que pessoas com doenças alérgicas, como bronquite e rinite, costumam ter crises com a baixa umidade do ar. Por isso é importante procurar um médico e seguir suas recomendações para controlar as crises.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.