Baixada Santista detém 77,5% dos casos de dengue de SP

A Baixada Santista é detentora de 77,5% dos casos de dengue registrados em todo o Estado de São Paulo. De acordo com levantamento feito pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE), dos 640 casos confirmados este ano, 497 foram detectados na região, conforme boletim divulgado na última quinta-feira pela Direção Regional de Saúde (DIR-19).O município de São Vicente continua na liderança de casos, com 274 pessoas infectadas, seguido por Santos, com 167; Cubatão, com 28; Praia Grande, com 21 e Guarujá, com 7.Em razão desses números é que as prefeituras da Baixada estão intensificando as campanhas de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença. Em São Vicente, a Secretaria da Saúde vai aproveitar a presença do turistas no carnaval para realizar uma série de ações educativas, envolvendo a população local e os visitantes.Além de estandes armados na Praia do Itararé e no saguão de um hipermercado, os agentes do Projeto de Erradicação do Aedes aegypti estarão presentes nos desfiles de bandas e trios elétricos, distribuindo folhetos e até cantando o Samba da Dengue, composto por um médico e um grupo de sambistas, que querem ver a doença erradicada da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.