Bala perdida atinge carro de reportagem do "Estado"

Um carro da reportagem do jornal O Estado de S.Paulo foi atingido nesta quinta-feira à tarde por uma bala perdida na Rua Riachuelo, no centro, em frente ao prédio do jornal O Dia. O projétil, calibre 45, atingiu o lado direito do pára-brisa do Fiat Uno, que estilhaçou, lançando vidro para dentro do veículo. Com o impacto, a bala provavelmente teve seu rumo desviado e caiu na rua, ao lado do carro.Não houve feridos. A equipe - motorista, repórter e fotógrafo - voltava de uma pauta no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) na Ilha do Fundão, zona norte da cidade. O sargento Clívio de Oliveira de Souza, lotado no posto de policiamento que fica a 50 metros do local do incidente, disse que o tiro deve ter sido disparado de uma favela próxima, nos morros da Mineira, da Coroa ou dos Prazeres.É a segunda vez no período de um ano que um carro do Estado é atingido por uma bala perdida no Rio. Em 2001, um tiro de fuzil atravessou a lateral de um Gol da reportagem na Rua Benedito Hipólito, próximo à sede administrativa da Prefeitura, sem deixar feridos.Após o assassinato do repórter da Rede Globo Tim Lopes, em 2 de junho, alguns jornais do Rio começaram a usar carros blindados para reportagens em locais considerados de risco e estariam recebendo ameaças de traficantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.