Bala perdida atinge menina de 8 anos

A menina Daiany Chagas Cardoso, de 8 anos, foi atingida por uma bala perdida, domingo, durante tiroteio registrado em um bar, localizado no bairro Quarentenário, em São Vicente. A sorte da garota, que continua internada no Hospital São José, em observação, é que o tiro passou de raspão, por sua cabeça, não havendo necessidadede cirurgia.Daiany já caminhava e até conversava com as demais crianças internadas na Pediatria do hospital. "Ela ainda se encontra bastante assustada com tudo o que aconteceu nas últimas 24 horas", informavaontem o enfermeiro Henrique, lembrando que susto maior demonstram seus familiares, que se negam a comentar a ocorrência, com medo de represálias dos marginais. Segundo apurou a Polícia, armados com revólveres calibre 38 e uma escopeta, três homens invadiram o bar, indagando por um rapaz conhecidocomo Ariel. Sem aguardar resposta, passaram a atirar a esmo, atingindo a cabeça da garota, que se encontrava em uma das extremidades do local. Em ronda efetuada pelo bairro, a Polícia Militar prendeu dois suspeitos: Vitor da Hora da Silva, de 26 anos, por porte ilegal de arma, e Pedro Macedo Braga, de 19, reconhecido como autor do disparoque atingiu Daiany. O terceiro acusado ainda está sendo procurado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.