Bala perdida atinge menina de 8 anos dentro de escola no Rio

Uma menina de 8 anos foiatingida por uma bala perdida dentro de sua escola na favela doJacarezinnho, zona norte do Rio de Janeiro, três dias depois dedivulgado um novo relatório de vítimas de balas perdidas noEstado -- 170 só no primeiro semestre de 2007. A estudante Joceline Gomes Paranhos estava ensaiando umaapresentação de dança no pátio da escola quando foi atingidapor uma bala perdida. Os professores da menina afirmaram que não ouviram nenhumtiroteio na comunidade e só perceberam que a menina tinha sidoalvejada quando ela começou a chorar muito. O tiro atingiu Joceline nas costas. Ela foi levada para umhospital da região e está fora de perigo. "No momento que ela foi atingida não havia registro deoperação policial", disse uma assessora da Secretaria deSegurança Pública do Estado, acrescentando que consultou obatalhão da PM na região. No primeiro semestre do ano, o Instituto de SegurançaPública (ISP) registrou 135 casos de balas perdidas na capitalfluminense. No resto do Estado foram mais 35 casos. No total,12 pessoas morreram. Ao longo de 2006, o ISP contabilizou 224 casos de balasperdidas, com 19 mortos. "O caso da menina é o mais clássico de bala perdida. Asestatísticas do ISP consideram vítima de bala perdida umapessoa ferida longe de um local de confronto e que não se saberealmente de onde partiu o disparo", acrescentou a assessora. (Por Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.