Bala perdida atinge menina em Capão Redondo

O pintor Cláudio José da Silva Vicente, 28, foi morto com vários tiros, por volta das 19h de ontem, por um motoqueiro, na rua Simão de Miranda, altura do nº 30, no Jardim Mônica, região do Capão Redondo, zona sul da capital paulista. Um dos cinco tiros disparados pelo desconhecido, que estava sobre uma moto Honda CG, atingiu a menina Andressa Santana Castro, 8 anos, no pescoço. Ela caminhava com a tia, Márcia Silva Santana, a 20 metros do local dos disparos e não teve tempo de se esconder.O delegado Carlos Adriano Poli, do 47º Distrito Policial, do Capão Redondo, onde o caso foi registrado, trabalha com a hipótese de crime relacionado a vingança. "A informação que temos é de que, há um mês, durante uma discussão, Cláudio teria dado um tapa no rosto de um rapaz, mas ainda é cedo para colocarmos essa pessoa como suspeita principal do crime", afirmou o delegado.A menina Vanessa continua internada no Pronto-socorro do Hospital do Campo Limpo, onde iria passar por uma cirugia para retirada da bala. O estado de saúde de Vanessa ainda gera muitos cuidados, apesar dela já estar fora de perigo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.