Bala perdida mata engenheira no Rio

A engenheira química Ana Cláudia Kelly Rodrigues Rangel, de 28 anos, morreu depois de ser atingida por uma bala perdida nas proximidades da favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro. Ela estava passando pelo local de carro com o marido, quando houve um tiroteio entre policiais militares e traficantes, na Avenida Dom Hélder Câmara.Ana Cláudia, que estava grávida de quatro meses, foi atingida por um tiro na bacia e morreu ao chegar no hospital Pedro Ernesto, também na zona norte da cidade. Além dela também foram atingidos no confronto um cabo da polícia militar identificado apenas como Vagner e um outro homem ainda não identificado. Policiais militares apreenderam na favela do Jacarezinho sete carros roubados que foram utilizados pelos traficantes. Durante o confronto a PM chegou a interditar a Avenida Dom Hélder Câmara para que outras pessoas não fossem atingidas. O corpo de Ana Cláudia está no Instituto Médico Legal (IML), no centro do Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.