Bala perdida mata garoto dentro do carro

O garoto Vinícius Rodrigues Cid faria 4 anos no dia 19. Ele morreu, neste domingo à noite, ao ser atingido por dois tiros de pistola calibre 380, enquanto dormia no colo do pai no Escort da família. O veículo estava estacionado na Rua Nicolau Batanero Campos, no Parque Mandi, zona norte de São Paulo, onde ocorria uma festa junina. Segundo testemunhas, o assassino, ainda não identificado, atirou em Rony Cley Andrade do Nascimento, de 20 anos, que estava encostado no Escort. O rapaz, de acordo com policiais, era jurado de morte por causa de dívidas com traficantes. Nascimento também morreu. "Ele veio de longe atirando", disse Genilson Pereira Cid, de 34 anos, pai de Vinícius, referindo-se ao assassino. "Pai, está doendo", disse o menino ao ser atingido. De acordo com a polícia, foram oito disparos. Seis teriam atingido Nascimento no rosto, peito e nos braços. O bandido continuou a atirar. Duas balas vararam o vidro traseiro esquerdo do veículo. Acertaram a nuca e um dos braços do menino. A segunda bala teria perfurado o pulmão e o coração de Vinícius.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.