Bala perdida mata mais um adolescente no Rio

Uma bala perdida matou o estudante Marco Antônio Pereira Soares, de 16 anos, na tarde de hoje no bairro de Jacaré, na zona norte do Rio. Ele foi vítima de um tiroteio entre policiais do 3º BPM (Méier) e três homens que tentaram roubar um automóvel Celta no posto de gasolina Vianense de Petróleo, de bandeira Shell. Foi o segundo adolescente morto em tiroteio entre bandidos e policiais em quatro dias. O outro caso foi o de Gabriela do Prado Ribeiro, de 14 anos, que foi baleada durante assalto na Estação do Metrô da São Francisco Xavier, na Tijuca, também na zona norte.Os PMs passaram pelo posto em uma patrulha no momento em que os bandidos estavam tentando roubar o carro do supervisor do estabelecimento, Carlos Alberto Patrocínio. O estudante, que morava perto dali, tinha calibrado o pneu de sua bicicleta e já estava fora do posto, do outro lado da rua Lino Teixeira, quando foi atingido na cabeça por um dos tiros. Morreu no local, sem chance de socorro.De acordo com os policiais, o tiro fatal partiu dos bandidos, mas um exame técnico, de balística será realizado durante as investigações para apurar de onde saiu a bala que matou o adolescente. Os assaltantes não foram identificados e ainda conseguiram levar um telefone celular de um rapaz. No momento do tiroteio, além de bandidos, policiais, do supervisor e do rapaz que perdeu o celular, havia dois frentistas, o gerente, e mais uma pessoa abastecendo o carro. Marco Antonio estudava à noite e tinha acabado de conseguir um estágio na Caixa Econômica Federal (CEF).Culto - Parentes e amigos da família de Gabriela vão realizar um culto ecumênico amanhã na Igreja São Francisco Xavier, às 18 h, perto da estação do metrô onde ela foi assassinada. "Os bandidos estão ganhando a guerra, e nós estamos perdendo os filhos", disse a mãe de Gabriela, a psicóloga Cleide Ribeiro. Ela agradeceu toda a solidariedade que tem recebido da população e disse que pretende se engajar em campanhas de combate à violência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.