Bala perdida matou 16 no Rio em 2008

Dezesseis pessoas morreram vítimas de balas perdidas no ano passado no Estado do Rio. Ao todo, 236 foram atingidas por tiros sem que se soubesse de onde eles partiram, segundo relatório do Instituto de Segurança Pública (ISP). O número, de acordo com o instituto, é 15,4% inferior ao registrado em 2007. A capital foi a região com mais ocorrências, com 12 mortos e 169 feridos. A maior parte das vítimas fatais (31,3%) é de adultos entre 30 e 59 anos. Dos mortos, 62,5% são homens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.