Balas perdidas matam homem na garupa de moto

Uma mulher foi atropelada por uma viatura; carteiro e estudante também foram baleados

Eduardo Reina e Vitor Hugo Brandalise, O Estadao de S.Paulo

08 de novembro de 2008 | 00h00

Leandro Rodrigues Marques, de 22 anos, que estava na garupa de uma moto que passava pela Avenida Castello Branco, em Guarulhos, morreu ao ser alvejado pelo disparo de fuzil, na troca de tiros com a polícia. Os criminosos seguiam em disparada desde Guarulhos. A confusão era tanta que uma mulher de cerca de 30 anos foi atropelada por uma viatura da Polícia Militar. Ela, que não teve o nome divulgado, foi encaminhada para o Hospital Carlos Chagas, na mesma cidade, e teve alta em seguida. Mais informações sobre o caso e as investigaçõesSegundo testemunhas, por muitas vezes os criminosos pararam, esperaram a abordagem por carros de polícia e atiravam. O rastro com centenas de balas tomava as ruas. Dois quilômetros distante do banco, as balas perdidas mataram Marques. Ele foi alvejado no ombro por um disparo de fuzil, que atravessou os pulmões.Francisco Aldeni Maia, dono de um Ka também atingido, contou aliviado que, por pouco, também não morreu. Seu prejuízo ficou por conta da lataria recém pintada furada pelas balas. "Eu deixei o carro estacionado no posto de gasolina. Depois, resolvi mudar de lugar, mas não tinha vaga. Virei as costas e escutei os tiros. Só vi o rapaz da moto caindo", relatou Maia.Os outros dois civis feridos são um carteiro de 52 anos, atingido com um tiro de raspão no braço, e um estudante de 27 anos, que também levou um tiro de raspão, mas no abdome. Os dois foram levados para o Hospital São Luiz Gonzaga, no Jaçanã, zona norte de São Paulo, e tiveram alta ainda na tarde de ontem.FERIDOS Djalma Gomes, carteiro: ferido com tiro no braço Tiago Itocaso, estudante: tiro no abdome e no braço Mulher, não identificada: atropelada Capitão Paulo Sérgio Vieira das Neves: atingido na axila direita Sargento José Roberto Urias: tiros em um braço e uma perna Soldado PM Anderson Mariguete: atingido na cabeça; não corre risco de morte Soldado PM Cleiton de Oliveira Ribeiro: atingido por dois tiros Soldado Agnaldo da Silva Joaquim: ferido por estilhaços no quadril direito e na perna esquerda Sargento PM José Douglas Ferreira da Silva: ferimento leve Soldado PM Daniel Pereira Araújo: ferimento leve Soldado Gilmar da Silva Marques: estilhaços no pescoço e num dos braços Soldado Sérgio de Mota Sordi: tiro de raspão na orelha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.