Balas perdidas matam três moradores de favela

Balas perdidas de um tiroteio entre policiais e seqüestradores atingiram três moradores da Favela Sonho Azul, em Americanópolis, zona sul, nesta segunda-feira, às 11h30. A polícia encontrou um rastro de sangue na rota de fuga dos criminosos, o que pode indicar que um deles também foi ferido. Três carros roubados, um fuzil, três pistolas e um rádio de comunicação foram apreendidos. Dois homens foram presos.Dois investigadores da Delegacia de Roubo a Bancos estavam na região quando, segundo o delegado Alberto Pereira Matheus, passaram a seguir um Corsa. Os suspeitos entraram na Rua Brás de Melo Muniz, via sem saída ao lado da favela, e bateram o carro. Havia quatro homens no Corsa. Eles desceram atirando. Os policiais revidaram. Outros três policiais deram cobertura aos investigadores.Os criminosos dispararam cerca de 50 tiros e entraram na favela. Ali, apanharam outro Corsa para fugir. Depois, abandonaram o carro e roubaram um Gol. A favela foi cercada pela polícia.No tiroteio, três moradores foram baleados. O caso mais grave é o de Marcos dos Santos, atingido no braço por uma bala de fuzil. Evandro Vieira e Cleber Lopes ficaram feridos, segundo a polícia, sem gravidade. Além das armas dos criminosos, foram apreendidas as dos policiais. Exame de balística determinará quem atirou em quem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.