Balas perdidas no Rio deixam 178 vítimas

Relatório do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostra que 178 pessoas foram atingidas por balas perdidas de janeiro a setembro deste ano, no Rio. Entre os baleados, 11 morreram e 167 sobreviveram. Homens entre 30 e 59 anos foram as maiores vítimas. A zona norte, o subúrbio e a Baixada Fluminense concentram as ocorrências. O ISP apontou redução de 23,9% no número de vítimas, em comparação com o mesmo período de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.