Banco americano procura PT para saber mais sobre Dilma

Enquanto Dilma Rousseff fazia um giro pela Europa, representantes do banco americano de investimento Merrill Lynch, do grupo Bank of America, buscavam no Brasil informações sobre a candidata. Reuniram-se na quinta-feira com o líder do governo na Câmara, o petista Cândido Vaccarezza (foto). Queriam conhecer os planos de Dilma na área de investimentos. Perguntaram sobre ferrovias, energia, Petrobrás e setor naval. "Há um desejo de conhecer melhor a Dilma, diante da probabilidade de ela vencer a eleição. Não falei sobre o pensamento da Dilma, mas sobre o projeto de infraestrutura do atual governo", conta o líder. "Disse também que o Brasil estaria em boas mãos com qualquer resultado eleitoral. Acho que vamos ganhar, mas não vou fazer terrorismo para o caso de derrota."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.