Banco do Brasil anuncia ajuda a clientes de Santa Catarina

Moradores vão ter condições especiais para quitar créditos e banco dará linha de crédito aos catarinenses

Agência Estado,

26 de novembro de 2008 | 11h29

O Banco do Brasil aprovou nesta quarta-feira, 26, uma série de medidas emergenciais para apoio aos moradores das regiões atingidas pelas enchentes em Santa Catarina. Segundo nota divulgada nesta manhã, o Banco do Brasil vai dar tratamento especial aos clientes que, em virtude das chuvas, tenham dificuldades de realizar ou quitar suas operações bancárias.   Veja também:Seis cidades decretam estado de calamidadeLula sobrevoa áreas atingidas nesta quartaTemporão anuncia R$ 100 milhões para medida de socorroBRs-376 e 101 são parcialmente liberadasPopulação pode consumir água de piscinasCerca de 80 mil imóveis continuam sem luzChuva deve continuar até sexta-feiraForça Nacional de Segurança segue nesta tarde para SCDefesa Civil abre conta para doações Tragédia em Santa Catarina Veja galeria de fotos dos estragos em SC  Número de vítimas deve subir Para governador, será preciso muito recurso Morador de Blumenau relata a situação      Entre as medidas definidas nesta quarta, o BB autorizou as agências do Estado a ofertar a possibilidade de renovação ou renegociação de débitos. Também foi definida a abertura de linha de crédito com condições diferenciadas para atendimento preferencial às pessoas físicas, empresas e agroempresários atingidos pelas chuvas. Entre as condições diferenciadas, o BB listou a redução dos encargos financeiros e prazos/carências alongados, fluxo especial na análise das solicitações de empréstimos, e a revisão, quando for o caso, do limite de crédito desses clientes. São as seguintes as medidas emergenciais: 1- micro e pequenas empresas: o BB prorrogará o prazo da linha Proger Urbano Empresarial de 72 para 84 meses, com carência de três meses para novas operações e dispensa da entrada mínima de 10%. 2 - linha de capital de giro: os vencimentos de dezembro e janeiro próximos poderão ser prorrogados para o final do prazo, mantendo-se os valores das prestações. O volume disponível nas duas linhas para os catarinenses é de R$ 300 milhões. 3 - agronegócio: o Banco do Brasil vai dispor de R$ 100 milhões para contratação de linha de crédito para construção e reforma de benfeitorias em propriedades rurais e reposição de plantéis. O prazo para pagamento será de três anos. O BB também concederá crédito rural para custeio para financiar o replantio de lavouras atingidas no montante de até R$ 150 milhões. 4 - investimento: o BB terá disponível uma linha de crédito para investimento destinada a refinanciar operações do BNDES no valor de R$ 50 milhões. 5 - pessoas físicas: o BB estabeleceu condições diferenciadas para linhas que atendam às pessoas físicas atingidas. A linha para compra de materiais de construção, que facilita a aquisição de material básico,hidráulico, elétrico, dentre outros, para construção e reforma de imóvel residencial urbano terá R$ 500 milhões para Santa Catarina. O BB reduziu taxas de juros e dobrou o prazo de 24 para 48 meses, que terá carência de até 180 dias. O teto das operações passa de 20 para R$ 40 mil. 6 - O empréstimo consignado também terá disponibilidade de R$ 500 milhões para o Estado. A carência máxima foi ampliada de 59 para 180 dias para o pagamento da 1ª prestação das novas operações. Para as operações já contratadas os clientes poderão solicitar carência de até 180 dias. 7 - seguridade: o Banco do Brasil vai implementar fluxo especial para regulação de sinistros e pagamento de indenizações para os ramos de seguros de vida, automóveis e ramos elementares. O BB vai ainda instalar base de atendimento em Florianópolis para análise de seguros de vida e ramos elementares. 8 - doações: foi aberta uma conta especial para doações - BANCO DO BRASIL - CONTA 80.000-7 - AGÊNCIA 3582-3. Os recursos recebidos serão repassados para a Secretaria de Defesa Civil do Estado de Santa Catarina. 9 - Serão redirecionados para Santa Catarina todas as doações de alimentos obtidas nos eventos esportivos a serem realizados pelo BB; 10 - Os espaços das AABB (Associações Atléticas do Banco do Brasil) serão cedidos para receber os desabrigados. 11- o BB e o BB/Besc estão divulgando a todos os funcionários, clientes e a população em geral as alternativas de colaborar, seja por meio de doações em conta corrente ou na arrecadação de alimentos, roupas e cobertores, que podem ser entregues na Defesa Civil e nas prefeituras municipais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.