Banco japonês empresta US$ 209 milhões para metrô de SP

O Japan Bank for International Cooperation (JBIC) e o Banco Mundial assinaram nesta quarta-feira em Washington um acordo de financiamento da linha 4 do metrô de São Paulo. O JBIC vai destinar ao projeto US$ 209 milhões, cuja aplicação será supervisionada pelo Banco Mundial. O Estado de São Paulo está colocando mais US$ 516 milhões no projeto; e a iniciativa privada, US$ 183 milhões.A linha 4 do metrô paulistano, ligando o bairro da Luz à Vila Sônia, terá 11 estações, 12,8km de extensão e deverá transportar 900 mil pessoas por dia. A inauguração da primeira fase do projeto está prevista para 2007."A linha 4 vai melhorar o acesso dos 18 milhões de moradores da Grande São Paulo - particularmente os mais pobres - a um transporte público mais seguro, mais rápido e mais confiável", disse o vice-presidente do Banco Mundial para a América Latina e Caribe, David de Ferranti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.