Bandido assalta taxistas e acaba detido em hospital

O assaltante Róbson Calabrese de Almeida, 20, portando um revólver calibre 45, de brinquedo, foi detido, ontem, em pleno Pronto-socorro do Hospital das Clínicas, na zona Oeste da capital, após assaltar dois motoristas de táxi e ser ferido por uma das vítimas, que estava armada com uma faca. O bandido entrou no primeiro táxi, no Largo de Moema, na zona Sul, e pediu para ir até o Morumbi. Na avenida Giovanni Gronchi, anunciou o assalto e levou celular, carregador, R$ 6,00 e uma calculadora do motorista.O assaltante desceu do carro e entrou em outro táxi, desta vez, dirigido por José Pereira, de 58 anos. O rapaz disse que pediu ao motorista que fosse levado até o bairro de Santa Cecília, região central de São Paulo. Na Rua Coronel Oscar Porto, próximo à avenida Brigadeiro Luís Antonio, nos Jardins, Róbson anunciou novamente um assalto e, após tomar R$ 100,00 em dinheiro e um cheque de R$ 13,00 do taxista, foi ferido por um golpe de faca na mão direita pela vítima. Como o revólver era de brinquedo, o bandido nada pode fazer senão correr.José Pereira foi registrar queixa do roubo no 78º Distrito Policial, dos Jardins, onde contou toda a história ao delegado Cristian Sant´ana Lanfred, que mandou os investigadores Feriance e Edelvaz procurar o bandido pelos hospitais da região. Ao entrarem no Hospital Brigadeiro, a dupla de policiais ficou sabendo que um homem, ferido em uma das mãos, havia sido socorrido lá e transferido para o Hospital das Clínicas. Os investigadores foram até o H.C., de onde Róbson ainda tentou fugir ao perceber a presença dos dois policiais. O bandido foi levado ao 78º Distrito Policial e indiciado por roubo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.