Bandido atira contra PM e acaba preso em São Paulo

Ao tentar matar um policial militar por volta das 19h30 desta quinta-feira, André Clemente, de 25 anos, conhecido como Andrezinho, acabou preso pelos colegas do soldado Eduardo Lopes da Silva, 20, da 6ª Companhia do 16º Batalhão. Armado com um revólver calibre 38 e uma pistola argentina calibre 380, o bandido atirou contra a cabeça do policial militar quando este acabara de sair de uma viatura, na Favela Paraisópolis, zona sul de São Paulo. A PM estava lá pois havia sido acionada para atender a uma ocorrência de briga de casal. A polícia acredita que Andrezinho esperava pela chegada da viatura e que tudo não passou de uma armadilha. Clemente foi detido no interior de uma residência, após ser denunciado pela dona da casa. Quando os policiais entraram na casa, o criminoso jantava ao lado de um garoto de 13 anos. O soldado ferido foi levado ao Hospital Albert Einstein e transferido para o Hospital das Clínicas. A bala penetrou superficialmente na cabeça de Eduardo, que passa bem. O caso está registrado no 89º Distrito Policial, do Morumbi.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2004 | 02h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.