Bandido é morto após assassinar refém

A dona de casa Lilian Aparecida Fernandes, de 38 anos, foi morta na madrugada de ontem com dois tiros na cabeça, na Estrada do Mão Branca, em Campinas. Ela e quatro parentes foram feitos reféns por Claudemir Alves da Costa, de 32 anos, em liberdade condicional desde agosto do ano passado. Após atirar na mulher, ele foi morto pelo enteado dela, de 17 anos, com o macaco que estava no Fiat Uno em que Costa manteve a família.

, O Estadao de S.Paulo

06 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.