Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Bandido e refém morrem após assalto em SP

Um assalto seguido de seqüestro terminou com a morte de bandido e refém na região central da capital paulista após troca de tiros entre policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) e o criminoso, por volta da 1h30 deste domingo, na Bela Vista. O auxiliar de enfermagem Lincoln Thiene, de 42 anos, foi baleado após permanecer 40 minutos sob a mira de uma arma. O médico Mário Henrique Thiene, de 39 anos, irmão do auxiliar, também ficou como refém do ladrão, mas não chegou a ser ferido. A troca de tiros entre o assaltante Flávio Silva Oliveira, de 21 anos, e policiais da Rota ocorreu após Oliveira e um comparsa assaltarem um bar, localizado na esquina das ruas Treze de Maio e Manuel Dutra, no Bixiga.Na fuga, eles se separaram, e Oliveira correu pela Rua Doutor Luiz Barreto, entrando na Rua Santo Antônio, onde tentou dominar um motoboy. Leonardo Ferreira Lima aplicou uma gravata no assaltante, derrubando a moto. Oliveira atirou, atingindo o jovem nas costas. Lima foi levado para o Pronto-socorro Vergueiro, onde continua internado. O ladrão continuou correndo pela Rua Santo Antônio, até a Rua Martinho Prado, onde encontrou os irmãos. Ele agarrou o auxiliar de enfermagem Lincoln Thiene pelo pescoço, encostou a arma em sua cabeça e passou a ameaçá-lo. A confusão acabou atraindo todas as viaturas da região para o local, que foi cercado, tendo início as negociações. Segundo a Polícia, o assaltante estava muito nervoso e não apresentava exigências, preocupando-se mais em discutir com as vítimas.Depois de 40 minutos de tentativa de negociação, sem chegar a qualquer tipo de acordo, Oliveira atirou contra a cabeça do auxiliar de enfermagem. Os policiais foram para cima do bandido, que atirou novamente, atingindo duas vezes o soldado Renato Moreira Júnior numa das pernas. Oliveira foi baleado pelos policiais, no braço, perna e cabeça. Refém e assaltante foram levados para a Santa Casa, onde morreram. O policial foi atendido no pronto-socorro do Hospital das Clínicas e está fora de perigo. A ocorrência foi registrada pelo delegado Édson Nakamoto, no 5º Distrito Policial, Aclimação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.