AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Bandido mantém reféns em igreja há mais de 10 horas

Dois pastores estão sendo mantidos reféns no interior da igreja evengélica Paz e Vida, no templo localizado na altura do n.º 500 da Avenida Faria Lima, região central de São Bernardo do Campo (Grande SP). Já passam de 10 horas as negociações. No início eram quatro reféns; dois deles, Daniel Pagliarim, de 23 anos, e Davison Ferreira, de 25, foram liberados uma hora e meia após o início do seqüestro.Um dos dois bandidos, identificado como Rogério, rendeu-se no início desta madrugada; o comparsa dele exige um colete balístico e um carro para a fuga. Há pouco, os policiais providenciaram lanches para o criminoso; outra exigência dele. O comandante do Grupo de Ações Táticas e Especiais (Gate) da Polícia Militar, Diógenes Lucca, e o tenente-coronel Paulo César Franco, do 6.º Batalhão, são os que comandam as negociações com o bandido.FugaTudo teve início por volta das 18h30 desta quarta-feira, em frente ao Terminal Urbano de Ônibus de Ferrazópolis, no Centro da cidade. A dupla, armada com um revólver calibre 38, assaltou um camelô e foi perseguida pelos PMs. Os bandidos entraram na igreja para se refugiar. Para disfarçar, disseram a um grupo de cinco pastores reunidos numa sala que necessitavam de auxílio espiritual. Percebendo que o plano não daria certo, resolverem sacar o revólver e ordenaram que uma mulher fosse até a frente da igreja para ver ser a polícia estava rondando o templo. Ela não voltou, pois a igreja já estava cercada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.