Bandido morre ao tentar assaltar ex-deputado

O ex-deputado Duílio Pisaneschi (PTB) saía do próprio escritório, na Rua Alcides Queiroz, no bairro Casa Branca, em Santo André (ABC Paulista), e ia entrar em seu auto Ômega, por volta de 20h desta quinta-feira, quando surgiram dois assaltantes armados, que tomaram dois aparelhos celulares e as chaves do carro. O político reagiu, enfrentando um deles. Nesse momento, seu segurança, que é um policial militar afastado, disparou contra o mesmo marginal, que morreu, pouco depois, no Pronto-Socorro Central.No 1º DP de Santo André, Pisaneschi contou que, quando o ladrão, posteriormente identificado como Davi Amauri Júnior dos Santos, de 23 anos, apanhou seus celulares e as chaves, ele viu a oportunidade de dominá-lo. Segurou a arma que o marginal portava e escutou estampidos. Viu o outro ladrão correndo e atirando. Foi nesse momento que o segurança ? cujo nome a polícia está mantendo em sigilo ? atirou, acertando Davi mortalmente. Mesmo ferido ele correu alguns metros e depois caiu.Projéteis, disparados pelo ladrão que conseguiu fugir, atingiram o carro do ex-deputado, que pretende candidatar-se à prefeitura de Santo André. Ele e seu segurança nada sofreram. O caso foi registrado como roubo seguido de homicídio.

Agencia Estado,

02 de abril de 2004 | 05h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.