Bandidos atacam ônibus na Dutra; 3 ficam feridos

Pelo menos três ônibus - dois da Viação Transdutra e um da Transguarulhense - foram alvos de pedradas de criminosos por volta das 23 horas de anteontem, no km 218 da pista sentido SP-RJ da Rodovia Presidente Dutra, mil metros antes do trevo de Cumbica, em Guarulhos, Grande São Paulo. Três passageiras, uma de cada ônibus, ficaram feridas. As pedradas partiram de desconhecidos, escondidos à margem da rodovia. A intenção era fazer com que o motorista parasse para poder assaltar o veículo. Esse tipo de ocorrência, segundo funcionários das duas viações, já se tornou corriqueiro na região. Sabendo do perigo, nenhum dos três motoristas parou. Mas a operadora de custo Rosângela Francinete da Silva, de 24 anos, passageira da Transguarulhense, foi atingida no maxilar por uma pedra. Com fratura, deverá passar por cirurgia amanhã.Um dos coletivos da Transdutra atacados pelos bandidos havia saído da estação Armênia do Metrô, na região norte da capital, e seguia para Guarulhos. "Tínhamos acabado de sair do trabalho. Ela subiu na minha frente no ônibus e eu parei para conversar com o cobrador. A Rosângela passou a catraca e, de repente, foi atingida no corredor", conta seu namorado, José Ailton da Silva, de 29. "Apesar das dores e do susto, ela está bem."

Ricardo Valota, O Estadao de S.Paulo

21 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.