Bandidos embebedam motorista e ajudante durante assalto

O motorista Erivaldo Pereira da Silva, 44, e o ajudante dele, Flávio Ataíde Benedito, de 26 anos, funcionários da empresa LCI, tiveram de ingerir cachaça durante um assalto do qual foram vítimas no final da noite de ontem na região do Sacomã, zona Sul da capital paulista. Os dois estavam em um caminhão carregado de eletrodomésticos quando foram abordados por dois ocupantes de uma perua Kombi na avenida Juntas Provisórias, próximo ao Complexo Maria Maluf.Erivaldo não teve como evitar o roubo, pois foi obrigado a parar o caminhão para não bater em outra perua, cujo motorista comparsa dos demais reduziu a velocidade fingindo estar com problemas no veículo. Colocadas na perua da frente, as vítimas foram obrigadas a beber cachaça, pois minutos depois seriam abandonados na própria região e, embriagadas, teriam dificuldade em pedir auxílio.O sobrinho de Erivaldo, Marco Antonio Pereira, de 24 anos, trafegava pela região no mesmo horário e, ao cruzar com o caminhão normalmente dirigido pelo tio, percebeu que ao volante estava um desconhecido e este sem o ajudante. O jovem então acionou a PM via 190. Policiais da 2ª Companhia do 16º Batalhão localizaram o caminhão na avenida Eliseu de Almeida, na altura do nº 3.000, região de Vila Sônia, zona oeste, onde detiveram Ederlai Cassiano Vitor, de 44 anos, que dirigia o veículo da LCI.O assaltante foragido de uma Cadeia Pública do litoral paulista - disse à polícia que sua participação no assalto foi apenas a de servir como motorista e que para isso ganharia R$ 200,00. Erivaldo e Flávio foram liberados na mesma região onde sofreram o assalto e passam bem. A polícia ainda não tem pistas sobre os demais criminosos. O caso foi registrado no 34º Distrito Policial.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2004 | 08h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.