Bandidos invadem casa, fazem seis reféns e matam um

O crime ocorreu entre a noite da última quinta-feira e a madrugada da véspera de Natal, na cidade de Mauá, na Grande São Paulo. Por volta das 8 horas da noite do dia 23, quando o desempregado Clóvis Pereira de Oliveira, de 24 anos, e a namorada dele, Patrícia de Souza Luiz, de 16 anos, estavam dentro da casa dela, quatro homens encapuzados renderam Priscila, irmã de Patrícia, e o namorado dela, Rodrigo, casal que estava no portão da residência. Os dois casais de namorados foram trancados em um dos quartos, até a chegada do pai das garotas, José Serafim Luiz, de 45 anos, que estava acompanhado da esposa.Os assaltantes resolveram então trancar os reféns no banheiro, com exceção da mãe das jovens, que foi obrigada a fazer o jantar e o café da manhã para os bandidos. Por volta das 3h da madrugada, os assaltantes fugiram em um Astra, que estava com Clóvis. O jovem, que completaria 25 anos no dia de Natal, foi levado pelos bandidos no Astra, carregado com eletroeletrônicos da residência invadida. Neste sábado pela manhã, o Astra foi localizado na Rua Caiçara, em Ribeirão Pires, e dentro do porta-malas, Clóvis, baleado e morto.A mãe da vítima, Soraide Pereira de Oliveira, de 62 anos, disse que o filho dela era religioso e pretendia fazer Faculdade de Educação Física. Segundo a polícia, em depoimento, a mãe de Priscila e Patrícia afirmou que reconheceu a voz de um dos bandidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.