Bandidos invadem presídio e resgatam 11 presos

Um preso morreu e outros 11conseguiram fugir durante resgate ocorrido na madrugada destesábado, no Centro de Detenção Provisória (CDP) em Vila Palmares,Santo André, no Grande ABC. Os fugitivos, condenados por assalto tráfico de drogas e assassinato, teriam sido avisados pelocelular e esperavam a invasão. Cerca de dez bandidos entraram noCDP atirando contra o portão e as guaritas. Os carcereiros alegaram não ter visto os 12 presosdeixarem suas celas. Para alcançar a muralha, os detentos usaramuma escada improvisada com pedaços de madeira, lençóis ecobertores. Policiais militares e civis que foram ao presídiopara evitar uma fuga em massa trocaram tiros com os bandidos emataram um dos fugitivos, Pedro Luís Silveira, de 27 anos. Os policiais percorreram as ruas de Vila Palmares e dosbairros vizinhos em busca dos fugitivos, mas não informaramquantos foram recapturados. Testemunhas disseram ter visto umgrupo de fugitivos entrando em três carros, estacionados a duasquadras do CDP. Dinamite - Esta é a segunda fuga de presos na região doABC em menos de uma semana. Na quarta-feira, 18 bandidos foramresgatados por um grupo de dez homens da Cadeia Pública deDiadema. Os presos usaram dinamite e explodiram uma celaprovocando um buraco de 1 metro, por onde saíram. O resgate, segundo o diretor da cadeia, João Alves deAlmeida, pode estar associado à presença no local de integrantesdo Primeiro Comando da Capital (PCC). Ele explicou que sempre sefalou de detentos ligados à organização criminosa, mas que isso"jamais foi comprovado." Um inquérito foi instaurado pela Delegacia Seccional dePolícia de Diadema para saber se os carcereiros facilitaram aentrada do explosivo na cadeia. Na sexta-feira, 60 presos foramtransferidos para presídios da capital. A cadeia estava, antesda fuga, com 282 presos.

Agencia Estado,

26 de abril de 2003 | 19h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.