Bandidos lançam granada contra a PM durante tiroteio na zona norte do Rio

Avenida Dom Helder Câmara foi bloqueada junto ao Viaduto Benfica; um bandido morreu no confronto

estadão.com.br,

19 Outubro 2011 | 03h40

SÃO PAULO - Um bandido morreu e dois foram feridos, no final da noite de terça-feira, 18, durante um tiroteio com policiais militares do 3º Batalhão na Avenida Dom Helder Câmara, no Jacarezinho, na zona norte do Rio. Os criminosos, segundo os policiais, estavam em um Fiat Pálio Weekend.

 

Uma granada M-4, de uso exclusivo das Forças Armadas, foi lançada contra os policiais, mas não explodiu e ficou na mesma avenida, obrigando o bloqueio da via até o Viaduto Benfica para que agentes do Esquadrão Antibombas, da Coordenadoria de Operações Especiais (Core), detonassem o artefato. Sob risco de serem baleados por criminosos escondidos na favela ao lado, os policiais detonaram a granada na Rua José Rubino com uma barreira de proteção formada por seis sacos de areia e uma contracarga.

 

Um soldado do Batalhão do Meier também ficou ferido no tiroteio. Baleado, o policial foi encaminhado o Hospital Salgado Filho para passar por cirurgia. Segundo ainda os policiais, um dos dois bandidos baleados foi levado para o mesmo hospital; o outro fugiu. A polícia acredita que os ocupantes do Fiat são os mesmos que vêm assaltando o comércio e pedestres na região. Os dados foram registrados na 25ª Delegacia, do Engenho Novo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.