Bandidos libertam reféns após 3 h em apartamento em Niterói

Dupla invadiu edifício de luxo por volta das 11 horas e rendeu 4; polícia isolou região e Bope negociou rendição

Fabiana Cimieri, O Estado de S.Paulo

05 Julho 2009 | 14h52

A Polícia Militar do Rio informou que são dois os assaltantes que fizeram refém uma família num edifício em Icaraí, bairro nobre de Niterói, na Grande Rio, na manhã deste domingo, 5. Anteriormente, havia sido informado que havia três bandidos no prédio. Também foi esclarecido que não havia crianças entre os reféns. Três senhoras e um homem ficaram três horas em poder dos bandidos durante a negociação conduzida por oficiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. Durante a tarde, os assaltantes concordaram em se render. Eles foram identificados como Flávio de Souza Santos e Francisco da Conceição e encaminhados para a delegacia do bairro.

 

Os dois chegaram ao edifício de número 509 da Praia de Icaraí pouco antes das 11h. Eles se fizeram passar por entregadores de uma farmácia e de uma floricultura e não deixaram o porteiro que os deixou entrar perceber que estavam armados com pistolas 9mm e 765. Segundo o capitão do Bope Ivan Blaz, que conduziu a negociação, os assaltantes foram direto ao apartamento de Cília Iglesias Ferreira, de 50 anos, que estava na companhia do filho, Gustavo Martins, de 32, e duas senhoras, identificadas apenas como Odília e Adalgisa. Eles foram rendidos pelos bandidos ao abrirem a porta do apartamento, no oitavo andar, mas vizinhos perceberam e chamaram a polícia.

 

A Polícia Militar cercou o edifício e pelo menos três quarteirões foram isolados. Os moradores do prédio foram orientados a deixar os apartamentos. Sessenta homens do Bope foram acionados e chegaram ao local às 12h15. Depois de três horas de negociação, eles se entregaram. As armas foram apreendidas. Segundo o capitão Blaz, os bandidos tinham informações detalhadas sobre a família e queriam dinheiro e joias. Nenhum dos quatro reféns foi agredido.

 

"O importante é que conseguimos convencê-los a se render e tudo acabou bem", comemorou o oficial. Após o desfecho, eles acenaram da sacada do prédio, arrancando aplausos dos curiosos que se aglomeravam no local.

Mais conteúdo sobre:
assalto Niterói Praia de Icaraí

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.